Podcast com Léa Fagundes

by

lea

Você, educador, está pronto para a cultura digital? Léa Fagundes levanta a questão e enfatiza a prioridade desta postura em relação a integração das tecnologias ao currículo.

Nossa série de podcasts de 1 minuto com os participantes do evento começa agora.

Atenção:
Se você ouvir uma mensagem em inglês é porque o áudio da profa. Lea está momentaneamente indisponível por excesso de acessos.

Tente estes outros links:
http://webcurriculo.podomatic.com/player/web/2008-08-07T10_27_39-07_00

http://webcurriculo.podomatic.com/entry/2008-08-07T10_27_39-07_00

http://webcurriculo.podomatic.com/enclosure/2008-08-07T10_27_39-07_00.mp3

About these ads

Tags: , , , , , ,

195 Respostas to “Podcast com Léa Fagundes”

  1. Adriana Says:

    A Prof. Léa é muito feliz em sua fala quando ressalta o papel da mudança cultural, pois a inserção das tecnologias no currículo, por si só, não representa uma ruptura com o paradigma tradicional.

  2. SIMONE OLSIESKY Says:

    Concordo plenamente com a posição da professora. E acrescento que, não se trata de uma resistência apenas as novas tecnologias, mas acima de tudo, a necessidade de encarar e aprender a trabalhar fazendo uso destas novas tecnologias . E esse fazer implica um movimento, mudanças no ato pedagógico. Não apenas no currículo. O que faz com que se produza uma espécie de mal estar. Isto porque muitos dos professores não desejam esta “desacomodação”. Talvez estes devam ser lembrados mais constantemente, que educar implica desfazer a todo momento nossas certezas, implica uma mudança quase que diária em nossos paradigmas.

  3. Lis Says:

    Prof.Léa, penso que quando falamos da cultura digital no currículo,pretendemos aborda-lá na formação de professores. Infelizmente, nem todos os cursos de lincenciaturas neste País integraram as TICs ao seu currículo. Assim, é difícil para o professor disseminar essa cultura na escola, sem, ao mesmo ter se apropriado da discussão em torno dessa demanda.

  4. Cecília Says:

    As três colegas foram felizes em seus comentários. Ainda temos uma dificuldade enorme: a maioria das escolas não possue computadores suficientes. Dependemos que o aluno desenvolva as tarefas fora da escola.

    Quanto aos professores, é claro que falta conhecimento para a inserção da tecnologia de modo eficiente. Nem todos os professores estão conectados ou, pelo menos, possuem um computador.

    Muita coisa pecisa ser feita, mas já existe um bom começo.

  5. ADRIANA A. A.S. BARBOSA Says:

    Estamos sim nos preparando para tal mudanca no nosso curriculo, cabe realmente termos as ferramentas necessarias em nossas mãos e sabermos da importância dessa mudanca dentro da educacão.

  6. Francisco de Assis Says:

    A cultura digital está presente de forma acelarada. A Escola é que está lenda em aceita as mudanças impostas pelas novas tecnologias. O professor teme e não consegue geri essas tecnologias que invade o seu domínio, o seu reinado.

  7. Francisca Feitosa Oliveira Says:

    Considerando que, toda mudança se depara com resistência, na educação não é diferente, as tecnologias estão disponíveis para o professor fazer uso dessas ferramentas no seu fazer pedagógico isso é fato. Concordo com a professora Léa eos demais colegas, a quebra de paradigma esta acontecendo mais de forma lenta. Nesse contexto, faz-se necessário em primeiro lugar a mudança de atitude do professor, ele precisa tomar a iniciativa, buscar conhecimentos teóricos\ práticos e desse modo utilizar as tecnologias para a comunicação e gerenciamento de informações.

  8. Telma Passos Says:

    Com o advento das tecnologias é urgente que as escolas etejam preparadas para esse desafio que é integrar no currículo novas ferramentas de aprendizagem, porém o descaso em preparar as escolas com equipamentos que permitam esta interação ainda é muito grande e isso é o que mais dificulta esse entrelaçamento. Apesar das dificuldades eu sou muito otimista na educação e penso que não vai demorar mais do que tem demorado para que as escolas despertem e os professores percebam a necessidade de se preparar para acompanhar esse processo, haja vista que os alunos na maioria dominam muito bem.

  9. Marilda souza Says:

    Realmente! O uso da tecnologia na escola ainda não está como deveria ser, nem todos têm acesso as mesmas, e muitos que as tem não utilizam, ou por comodismo, ou por não saberem como fazê-lo. Ai é que se encaixa a formação continuada, que pode abrir novos horizontes a esses professores.

  10. Maria Sení Says:

    Diante do novo cenário educacional, percebe-se que educar no contexto contemporâneo para muitos tornou-se mais difícil, pois, com a integração das Mídias e Tecnologias surgiu também exigências de uma nova postura do professor e nem todos estão abertos a tal mudanças, uns por medo, outros por acomodação, pois, do meu ponto de vista por falta de oportunidades é inadimissível alguèm relatar com tantos cursos oferecidos atualmente. Será adimitido dizer que em nosso Estado do Amapá temos ainda um seríssimo problema de conexão, mas, mesmo assim nossos cursos não deixam de acontecer.
    Hoje, acredito que, o profissional da educação precisa adotar essa nova cultura a cultura da era digital que muitos ainda não adquiriram.

  11. Bertoldo Says:

    Quando uma tecnologia é entroduzida na escola, ela é inicialmente utilizada para fazer a mesma coisa que se fazia sem ela – só que agora de uma forma um pouco mais eficiente ou aperfeiçoada, ou seja, a tecnologia a serviço da pedagogia tradicional.
    Quando a tenocnologia nos permite fazer algo que sem ela dificimente conseguiriamos fazer, ela esta sendo usada de forma inovadora na educão.
    Depois, é so criar condições para que a aprendizagem ocorra como um processo dinâmico, envolvendo, a reflexão explicada por Dewey; a construção do conhecimento de Piaget; um ambiente em que o aluno é sujeito da aprendizagem, conforme Freire; e o professor que atua como mediador, segundo o conceito da ZPD defendida por Vigotsky.

  12. Adalgisa Aparecida de Souza Ferreira Says:

    Concordo com os comentarios acima. Francisca Feitosa fala da mudança de postura do professor e isso é essencial, visto que o profissional que aí está nao foi preparado academicamente para o uso da tecnologia que chegou junto com ele, pegando-o “pespreparado”. Como na educaçao tudo é lento, é preciso muita vontade doas autoridades educacionais para investir nesta capacitação não apenas para o uso dos novos aparelhos, mas para a utilizaçao adequada e proveitosa para o aluno.
    Gostaria de conhecer mais sobre esta fala de Léa Fagundes.

  13. Giovana Fantin Missiatto Says:

    Concordo com a Professora Léa Fagundes, pois acredito que as ferramentas computacionais, especialmente a Internet, podem ser um recurso rico em possibilidades que contribuam com a melhoria do nível de aprendizagem, desde que haja uma reformulação no currículo, que se crie novos modelos metodológicos, que se repense qual o significado da aprendizagem. Uma aprendizagem onde haja espaço para que se promova a construção do conhecimento. Conhecimento, não como algo que se recebe, mas concebido como relação, ou produto da relação entre o sujeito e seu conhecimento. Onde esse sujeito descobre, constrói e modifica, de forma criativa seu próprio conhecimento.

    O grande desafio da atualidade consiste em trazer essa nova realidade para dentro da sala de aula, o que implica em mudar, de maneira significativa, o processo educacional como um todo.

    Giovana Fantin Missiatto

  14. Laura Regina Pereira deSouza Moro Says:

    Concordo com a professora Léa, não é integração das tecnologias digital ao currículo ,é sim cultura digital integrada na escola, entretanto para isso é necessário ter consciência de mudança. Será que o professor está pronto para isso? Porém esta presente e de forma acelerada e o maior desafio é integrar a escola a estas novas ferramentas de aprendizagem.

  15. Valdecira Aparecida da Silva Moreira Says:

    A escola ficou vários anos estaginada, “bitolada” ao quadro, giz, livro didatico. Mudar esta cultura não é fácil. Concordo com a Professora Léa Fagundes,se trata de cultura digital é algo novo, diferente, que precisa de tempo, conhecimento, assimilação, não será de um momento para outro que ocorrerá, mas com certeza estamos caminhando para uma nova realidade nas escolas em geral.

  16. GESSI ALVES DE MELO Says:

    “… a tecnologia na escola, é uma nova cultura e a mudança de cultura é lenta e precisa de muito conhecimento.” Ao pronunciar estas palavras, acredito que, a professora Léa Fagundes deixa claro que, a escola só será considerada inclusa na era tecnológica, quando assumir uma nova postura cultural, onde a tecnologia gere mudanças significativas em seu modo de ser e de agir. Caso contrário estará fadada a mudanças de faz de conta.

  17. Karyna Patrícia Says:

    Estamos galgando ainda,falar que está “pronto”é uma resposta muito precipitada.Sabemos da necessidade de inserir a tecnologia na prática pedagógica,mas tecnologia e prática pedagógica são inseparáveis,muitos educadores dominam o técnico mas não dominam o pedagógico ou vice-versa.Sendo que também nos cursos de graduação a inserção da tecnologia no Currículo fica a desejar.Hoje,o curso de formação continuada veio a contribuir muito com a Educação e a Tecnologia na Educação Básica.

  18. Vanilza de Souza Lima Says:

    Precisamos avançar rumo a essa nova cultura pois ensinar é um processo complexo que exige neste momento mudanças significativas. Investindo na formação de professores no domínio das tecnologias, poderemos avançar mais depressa, sempre tendo consciência de que em educação não é tão simples mudar , porque há toda uma ligação com o passado que é necessária mantermos, além de também estarmos atentos a um futuro que é bastante imprevisível.

  19. José Trindade Xavier Says:

    Concordo com a Professora Léa Fagundes, acredito que o computador, principalmente a Internet, é um recurso muito rico em possibilidades e contribui com a melhoria do nível de aprendizagem, para isso tem que haver uma reformulação no currículo, e que crie novos modelos metodológicos, e que se repense o significado da aprendizagem.

  20. Mônica Zanol Campana Says:

    Concordo com a Profª Léa Fagundes principalmente quando ela fala que não se trata de integrar a tecnologia no currículo e sim integrar a escola na cultura digital e sabemos que estão sendo oferecidos cursos de capacitação para os professores possibilitando essa mudança, é lenta, mas este é o caminho, pois a tecnologia quando bem explorada surte muitos resultados positivos não contando que nossos alunos já vivem essa nova era, a escola é que está muito atrasada. Esse recurso faz do professor um mediador e do aluno um ser ativo (sujeito) e consciente da busca de sua aprendizagem.

  21. Neusa Pereira Godinho Says:

    O uso das tecnologias de informação e comunicação – TIC para desenvolver novas estratégias nas diversas áreas de conhecimento e entre as áreas, de modo a propiciar ao aluno a aprendizagem significativa, favorece a prática interdisciplinar e a construção de um currículo a partir da ação. Assim, a concepção educacional, que norteia essa incorporação da TIC à prática pedagógica, sua utilização, tampouco de ser agregada a uma determinada área curricular,tendo em vista a construção de uma cidadania democrática, participativa e responsável.

  22. Ilmara Says:

    Concordo com a professora Léa pois o grande desafio da atualidade consiste em trazer essa nova realidade para dentro da sala de aula, o que implica em mudar, de maneira significativa, o processo educacional como um todo.

  23. Cacilda J. Lessa Says:

    De acordo com a posição da professora Léa Fagundes, o educador deve estar pronto para uma cultura digital. Eu concordo com esta posição, porque se trata de uma resistência na tecnologia. Mas acima de tudo, é necessário encarar e aprender todos os trabalhos tecnológicos.

  24. Regina Aymoto Says:

    Concordo tbém com a professora Léa Fagundes pois as TIC devem ser incorporadas à sala de aula, ao currículo, à escola, à vida e à sociedade, tendo em vista a construção de uma cidadania democrática, participativa e responsável.

  25. Angela Marta Burgel Barbosa Says:

    Concordo com palavras Léa Fagundes , o difícil é a mudança cultural no processo ensino-aprendizagem, pois não basta incluir no curriculo escolar, temos que oportunizar aos educadores oportunidades de realmente aprederem a como utilizar as tic no ambiente escolar e propiciar ambientes amplos e equipamentos suficientes para que todos os alunos possam utiliza-los.

  26. Sandra Inês Burgel Says:

    Penso como a professora Léa Fagundes, não basta incluir as TICS no currículo escolar, o que de fato faz-se necessário é a mudança cultural no processo ensino-aprendizagem, ou seja incluir essa nova realidade digital à prática pedagógica e isso requer mudar, de forma significativa,

  27. Cicera A. Guilherme Says:

    Concordo com a fala da prof. Léia , quando diz que é preciso integrar a escola a cultura digital. Uma vez que a tecnologia vem abrangindo todos os campos sociais e trás muito conhecimento.

  28. Davi Rafael de Souza Says:

    Segundo Léa Fagundes as tecnologias não devem ser integradas ao currículo mas a escola deve ser integrada a cultura digital , isto porque a escola continua na cultura da sociedade e ela tem o objetivo de transformar esta sociedade pela aprendizagem, e através da cultura digital que uma nova cultura torna-se mais fácil pois nossos alunos vivem uma era digital e precisa de novos conhecimentos

  29. Claudinei Novais de Souza Says:

    Acho também que integrar a escola a cultura digital é tarefa lenta realmente, que vai exigir de cada um de nós, tempo e dedicação

  30. Maria Teresinha do Nascimento Oliveira Says:

    Concordo com a Professora Lea que a chegada das tecnologias no ambiente escolar provoca uma mudança de paradigmas. A Informática Educativa nos oferece uma vastidão de recursos que, se bem aproveitados, nos dão suporte para o desenvolvimento de diversas atividades com os alunos. A utilização das TICs no ambiente escolar contribui para essa mudança de paradigmas, sobretudo, para o aumento da motivação em aprender, pois as ferramentas de informática exercem um fascínio em nossos alunos. Se a tecnologia for utilizada de forma adequada, tem muito a nos oferecer, a aprendizagem se tornará mais fácil e prazerosa, pois “as possibilidade de uso do computador como ferramenta educacional está crescendo e os limites dessa expansão desconhecidos”.

  31. Silvia Cristina Bürgel Says:

    As palavras de Léa Fagundes retrata a realidade da educação brasileira,devemos partir para uma mudança cultural sabemos que dificil romper com os paradígmas de uma educação que já está ultrapassada; isso exige conhecimento e vontade de mudar,e mudar para melhor.

  32. Irene Neves Silva de Oliveira Says:

    Ouvindo o comentário da professora Leia pude concluir que a tecnooologia chegou para inovar a cultura e isso requer disposição e preparo do profissinal,sendo assim não resta outra alternativa ao educador a não ser buscar essa inovação.

  33. Edna aparecida dos Santos de Lima Says:

    A escola esta mais ligada as suas tradições e culturaas, vem ai a tecnologia e faz as novas mudanças em termos de ampliar o conhecimento em varias dimensões. Então é de suma importancia que docentes e discentes seenvolvam nessas mudanças para que assim avancem rumo as inovações que estão em constantes movimentos.

  34. Diva Faria da Silva Says:

    Concordo com a Profª Leia, ao dizer que é preciso integrar a escola a cultura digital. Precisamos entender melhor o real significado e aprendermos efetivamente lidar com as mudanças que estão acontecendo com a chegada das tecnologias no ambiente escolar.Estamos no caminho, passo a passo,lentamente mas, creio que chegaremos lá.

  35. Alice Maria Costa Says:

    O uso das novas tecnologias na escola implica em repensar as práticas pedagógicas de uma forma mais crítica trazendo uma reflexão da construção do conhecimento útil para a vida. Este é um movimento complexo e desestrurante a todo instante porque requer um novo papel dos professores, alunos, pais, enfim das pessoas envolvidas neste processo. A aprendizagem e o ensino acontecem de forma não linear e em diferentes sentidos inovando e revolucionando toda postura tradicional e pseudoconstrutivista da educação.

  36. MARY Says:

    Considero que inrrevesível a integração das TIC ao contexto educacional, mas é preciso trabalhar melhor a formação do professor e também promover condições de acesso aos recursos tecnológicos.

  37. Marina Says:

    Essa revolução na prática e na forma de ensinar realmente como destaca a Profª Léa vem sendo uma das grandes preocupações do professor contemporâneo. Repensar a prática pedagógica e aplicá-la de forma diferenciada e com uma postura inovadora parece ser o grande desafio de nós educadores, é por isso que devemos continuar nos aperfeiçoando a cada dia e deixando para trás essa certa resistência a essa mudança tecnológica. Pois é nossa obrigação estarmos aptos a nos encaixar as necessidades e a realidade de nossos educandos para que possamos em sintonia com eles aprender e ensinar….Nada mais normal enfrentar as transformações que nos beneficiarão futuramente, já que como educadores, transmitimos e recebemos conhecimentos e informações.

  38. Rosemary Santos Says:

    Excelente a professora Léa Fagundes. Ela sempre agrega algum valor a discussão sobre os usos e possibilidades da Intetnet. Muito bom!

  39. Josete Says:

    Perfeito, professora Lea!
    Mas. decididamente concordo que os professores precisam urgente de formaçao inicial. E essa formaçao tem que acontecer nos cursos de pedagogia! Ou, no minimo, nas escolas, e em serviço! De modo que os professores possam refletir sobre a pratica… E preciso ter esse espaço para que os professores possam respirar! Sabemos que nao e facil lidar com as novas tecnologias, e nesse caso, as instituiçoes nao enxergam que isso muda, e o trabalho do professor e dobrado!

  40. Edson Panis Kaseker Says:

    Como sempre a professora Lea identifica, com muita clareza, o xis da questão! Penso que somos uma geração a quem cabe construir essa transição. Entre aquilo que visualisamos e o que nos cerca está nossa contribuição para um sonho coletivo.

  41. Maria José Ribeiro de Souza Says:

    Concordo, com a Léa Fagundes, quando fala da reprodução do ensino tradicional midiatizado, ou seja, o aporte digital eficaz só acontece quando ele (educador) acompanha a evolução tecnlógica (mídia) e as novas estratégias para esse fim. É mais que saber ligar e utilizar um computador, data show…. é fazer o estabelecimento dos ensinamento e aprendizados.

  42. Tiyoka Izabel M. Kanazawa Says:

    Considerando que toda mudança, demanda “abrir mão” de certas tradições, costumes, certezas, portanto esbarra em dificuldades, resistências e medos. E na educação não poderia ser diferente, a cultura digital esta permeando as escolas, os fazeres pedagógicos, mas de forma lenta e cautelosa entre os educadores e para que essa cultura digital se efetive no fazer pedagógico com maior rapidez, há que conquistar parcerias e colaboração dos gestores, capacitá-los seria a melhor forma de torná-los parceiros.

  43. Claudia Says:

    Partindo do pensamento de que a tecnologia é atual e não pode estar ausente da escola, fica mais claro a compreender a fala da Profª. Léa Fagundes quando cita a necessidade de integrar a escola a cultura digital tem como exemplo os laboratórios de informática e os diversos recursos que estão chegando a nossas escolas.
    Em relação ao educador estar pronto, eu particularmente acredito que estou sim preparada, pois estou em busca capacitando e aprimorando meus conhecimentos. Por isso se a escola está inserida o profissional jamais de estar fora desta inserção e sim ser o volante dela.

  44. Sandra Pedron Says:

    Muito interessante e importante alguns comentários de colegas a respeito da educação digital, pois realmente os nossos educadores não estão preparados para isso, mas também temos muitos professores que não se interessam em se habilitar nessa área, pois trabalho no laboratório de informática de uma escola pública e vejo que são poucos que querem fazer cursos para se atualizarem ou até mesmo aprender o básico e os outros que se interessam não têm instrumentais em condições adequadas para educação digital.

  45. Érica Says:

    Falar de tecnologia hoje é fundamental ou simplesmente indispensável. A professora Lea Fagundes é muito feliz quando ressalta o desafio de hoje a escola estar aberta a tantas tecnologais e ao mesmo tempo saber trabalhar com elas.
    Uma escola que prime pela qualidade de ensino, não pode estar alheia as mudanças atuais, mas sim aprofundar e envolver seu grupo no contexto e na melhor maneira de lidar e aproveitar as maravilhas que estão por trás de todos esses avanços.
    A capacitação e o interesse da equipe gestora conta muito para a efetivação sólida e renovada das tecnologias no grupo escolar. Pensemos nisso!

  46. Terezinha Izumi Christofori Says:

    A questão professores prontos para a cultura digital é uma discussão que traz ainda indefinidas respostas. Enquanto temos profissionais em educação preocupados em preparar-se, temos poucos prontos, mas o importante é que eles já aceitaram que esse é um caminho sem volta, e mesmo que alguns utilizem a tecnologia a serviço do passado temos muitos que inovaram seu trabalho pedagógico e estão obtendo resultados positivos.

  47. Rosalice Pedrosa Tavares Peixoto Says:

    A presença da tecnologia em qualquer instituição tem sido fator gerador de mudanças em todos os dominios sociais.Concordo com a professora Lea :não se trata de integrar as tecnologias ao curriculo, mas de integrar a escola na cultura digital.Para isso temos ainda um sério problema, pois não há instrumentos em condições adequadas para a educação digital em muitas escolas onde ensino.O que dificulta o processo de inserir as tecnologias em sala de aula.Como professora de sociologia sempre busco que o aluno perceba-se como sujeito ético e comprometido com a qualidade da escola e com a educação , ampliada pela presença das tecnologias.

  48. Édna Januário Says:

    Ao analisarmos o Currículo Escolar sob a perspectiva de uma tela onde se está, constantemente, tecendo ações, estratégias e metas para a formação social do aluno, inflige ao Currículo característica de dinamismo e de adaptações às novas realidades. Nesse caso, compreendemos as palavras da Profª. Lea Fagundes ao dizer que: “não é integrar a tecnologia ao currículo, mas sim, integrar a escola na nova cultura digital”. A Escola deve utilizar os recursos tecnológicos a serviço da Educação e capacitar o mentor desse processo – o professor, mesmo que essa ação seja lenta, como disse a Profª. Lea.
    A Escola, em sua função educativa, deve garantir condições para que o ensino-aprendizagem ocorra com qualidade e, nessa nova era de “cultura digital”, os recursos não são apenas os tecnológicos, que não funcionam sozinhos com seus programas e aplicativos, mas necessitam de quem o opere e saiba utilizá-lo de forma funcional e educativa. Creio sim que o professor esteja pronto para a cultura digital, mesmo que alguns tenham receios e criem empecilho para as novas mudanças.

  49. Regina Hipolito Says:

    Acredito que poucos educadores se sentem preparado para trabalhar com as tecnologias, portanto não me sinto pronta, mas sou consciente que devo me preparar para enfrentar mais este desafio.
    Um forte abraço.

  50. Claudemir Sabino Says:

    Concordo com a professora Léa Fagundes, com isso é de suma importância que os professores estejam preparados para este ciclo que esta em evidência, o das novas tecnlogias, que cada dia vem se expandindo mais e mais, é preciso ter em mente o que se pretende alcançar, ou seja, os objetivos precisam estar bem definidos para que se não se perca o foco principal que é uma educação de qualidade.

  51. Benjamim Gonzales Avaroma Says:

    Sim, professora Lea, o computador iniciou uma nova etapa como ferramenta inacessivel a grande maioria da população, e no sistema educacional também demorou a ser adicionado como recurso didático, sobretudo na dimensão de utilizar os softweres dentro do processo ensino aprendizagem utilizando os recursos tecnologico que ele oferece, o que para o professor veio como um choque para os nossos alunos desenvolveram rapidamente a capacidade de dominar com muita facilidade.

  52. Eliane Rodrigues Chaves Castro Says:

    Concordo com a Professora Lea, atualmente, a inserção do computador no ambiente escolar é muito mais diversificada, interessante e desafiadora do que há meio século atrás. Seu objetivo deixa de ser a simples transmissão de informações e passa a ser utilizado como ferramenta para enriquecer os ambientes educacionais e para a construção do conhecimento.
    A Informática na Educação vai além da montagem de salas de informáticas, dos ensinamentos referentes aos conteúdos de ciência da computação ou da utilização do computador em atividades extras curriculares. Ela reforça o fato do educador possuir conhecimentos sobre as possibilidades educacionais e ter habilidades e competências para conjugar atividades tradicionais de ensino-aprendizagem com atividades que utilizam os recursos computacionais.
    Um Abraço a Todos,
    Eliane Castro

  53. Mário César da Silva Castro Says:

    De acordo com Professora Lea Fagundes, no atual paradigma social-político-ecônomico em que vivemos o computador, a informática está presente em todos os setores da sociedade, como trabalho, economia e lazer, entre outros. Para não criar um abismo entre a educação e os outros setores da sociedade, a escola não pode e não deve ignorar o fato dos seus alunos estão direta ou indiretamente ligados aos recursos computacionais. Portanto, a escola deve fazer uso de recursos como internet, softwares educativos e jogos, entre outros, para propiciar um ambiente de aprendizagem interessante, estimulante e lúdico, com o potencial de motivar o aluno para aprender e também desenvolver neste aluno funções cognitivas complexas. Entretanto deve se ter o cuidado de não fazer com que os recursos computacionais sejam os objetivos a serem atingidos no processo de ensino-aprendizagem.

    Um Abraço,

    Mário Castro

  54. Geordanio Dutra Says:

    Como fatores organizacionais destacam-se a dificuldade de acesso às salas de informática, que são disponibilizadas somente para professores de informática e a falta de tempo para utilizar os recursos computacionais aliados ao conteúdo das disciplinas. Dentre os fatores pessoais, podem-se incluir as crenças e a falta de aprimoramento pessoal em recursos computacionais.
    Acredita-se que o caminho para reverter tal situação passará inevitavelmente por uma conscientização do corpo docente sobre a necessidade de atualização pessoal. Além disso, a instituição oferecer recursos para a total integração entre professores de informática e das demais disciplinas, o que inclui capacitar o corpo docente para uso dos recursos computacionais.
    Um Abraço,
    Geordânio Dutra

  55. maristela araujo cavalcante Says:

    a necessidade da insercao dos professores na area de tecnologia esta sendo feita de forma gradativa, mais a nossa realidade e que infelismente temos escolas que ainda nao tem acesso a esta tecnologia juntamente com professores que ainda tem receio em interagir com a tecnologia a ele disponibilizada, deixando assim um vacuo na educacao

  56. Ana Rita Rafael Says:

    Pois nossos alunos estão na ERA DIGITAL. E o professor continuará no quadro e no giz? Sim, esses recursos ainda fazem parte do cotidiano da sala de aula, mas somente esses recursos tornam o professor ultrapassado e sua aula sim sentido. Por isso buscar novos mecanismos e aliar os mesmos ao currículo é alo indispensável no mundo atual, visando sempre a aprendizagem e o pensar reflexivo frente as tecnologias tanto do professor quanto do aluno.
    E devemos estar preparados para frentes tecnologias, esta na vivência atual.

  57. janice Says:

    Não podemo mais pensar em uma escola sem que o currículo contemple as novas tecnologias nas escolas e em toda a edução. Nossas ações devem ser pensadas e planejadas de forma que o uso das tecnologias sejam implantadas no dia a dia dos alunos, só assim treremos alunos preparados para enfrentar o mundo contemporâneo.

  58. Ana Paula Canani Says:

    Devemos adaptar na escola juntamente com nossos alunos as tecnologias,mas a escola acima de tudo deverá ter uma estrutura e espaço para isso. Nós como profissionais da educação estamos sendo preparados para as novas tecnologias através dos diários online, e-proinfo-pitec.Pois Era da informática ou Era digital está se implantante em nossa cultura através dos cúrriculos.

  59. Ana Paula Demenech Says:

    é algo indispensável no mundo atual, visando a melhor aprendizagem do educando e do aluno e devemos estar preparado para novas tecnologias, esse mecanismo deveria fazer parte com mais freqüência das atividades escolares pois, torna a aprendizagem mais interessante.

  60. Marcilene Meira do Prado Says:

    Concondo com o comentario de Lea pois o principal objetivo, defendido hoje, ao adaptar a informática ao currículo escolar, esta na utilização do computador como instrumento de apoio as matérias e aos conteúdos lecionados, alem da função de preparar os alunos para uma sociedade informatizada, o educador deve estar preparado para as mudanças das TICs.

  61. Mirian Pereira Pieper Says:

    Acredito estar me preparando para utilizar os recursos tecnológicos em minhas aulas, digo isto porque estou sempre em busca de conhecimento digital, utilizo a internet sempre que preciso buscar novidades para tornar minhas aulas mais atrativas. Faço pesquisa em sites onde meus alunos possam desenvolver habilidades de concentração, atenção , raciocínio lógico
    e percepção visual. Também elaboro pequenos projetos utilizando o laboratório de informática, mas sei que ainda preciso conhecer mais e aprender mais sobre este recurso, principalmente no que diz respeito da integração sala de aula computador, currículo e experiência de vida dos alunos.

  62. janice alla Libera Rodrigues Says:

    Abrir a escola para novas tecnologias não é apenas colocar o aluno na frente do computador, acredito que a escola deve se transformar conforme as necessidades encontradas para que realmente aconteça a inclusão digital. Não podemos sair totalmente do tradicional apenas colocando uma aluno em frente a um computador, é necessário usar vários meios e estratégias para que essa cultura digital seja efetivada.

  63. Fabiana Helfenstein Ramos Says:

    A Escola deve utilizar os recursos tecnológicos a serviço da Educação e capacitar os profissionais da área, buscar novos mecanismos e aliar os nossos conceitos é um elo indispensável no mundo atual,A cultura digital esta permeando as escolas, os fazeres pedagógicos, mas de forma lenta e cautelosa entre os educadores e para que essa cultura digital se efetive no fazer pedagógico com maior rapidez, é necessário que todos os educadores se conscientizem da tamanha importancia de estar diariamente se reciclando, aceitando a nova realidade de que estamos vivendo no digital e não podemos ficar para traz.

  64. rosani aparecida maciel Says:

    concordo com a professora Lea pois os professores não podem mais ignorar as novas tecnologias tão presentes no cotidiano dos alunos,sendo assim professores a escola e os alunos devem trabalhar em conjunto se adequando a essas novas tecnologias.

  65. Fabiana Helfenstein Ramos Says:

    A Escola deve utilizar os recursos tecnológicos a serviço da Educação e capacitar os profissionais da área, buscar novos mecanismos e aliar os nossos conceitos é um elo indispensável no mundo atual,A cultura digital esta permeando as escolas, os fazeres pedagógicos, mas de forma lenta e cautelosa entre os educadores e para que essa cultura digital se efetive no fazer pedagógico com maior rapidez, é necessário que todos os educadores se conscientizem da tamanha importancia de estar diariamente se reciclando, aceitando a nova realidade de que estamos vivendo no mundo digital e não podemos ficar para traz.

  66. ana lúcia alves campos Says:

    Levando em consideração o que a professora Lea comentou e observando as transformação da nossa sociedade fica clara a importância de uma mudança no currículo escolar e nas práticas pedagogicas, onde o educador tem o papel fundamental na inclusão digital de nossos educandos, o que não podemos negar é que muitas vezes nós educadores devido a nossa carga horária estamos mais distantes dessas tecnologias do que o próprio aluno por isso a importância dessa formação continuada.

  67. Gabriela Romao Says:

    Apesar de estarmos em uma era totalmente tecnológica muitas pessoas ainda não tem acesso a ela. Até alguns profissionais da educação. Visto que de qualquer maneira todos deverão ter contato com estas novas midias e saberem utiliza-las é necessario aos que possuem mais dificuldades procurarem apoio para conseguirem dominar, já que o futuro que nos espera é totalmetne tecnológico, e deveremos estar preparados para este avanço. Saber utilizar estas midias em prol da educação, será essencial e, se usado corretamente trará benefícios aos nossos alunos.

  68. Valdirene de Almeida Says:

    Concordo plenamente com a professora, devemos inserir a cultura da tecnologia a serviço da escola e que esse processo é gradativo, claro mas não podemos deixar de lembrar que toda mudança imposta na sociedade causa impacto, é uma quebra de paradigma, alguns profissionais se recusa a utilizar desses meios, esse processo de inserção da cultura da tecnologia na instituição escolar é paulatino e gradual, leva alguns anos para que todos os profissionais da educação se adequem e aprendam a utilizar mais essa ferramenta didática. Ora nos estamos na era da informação que não se adequa fica pra traz.
    Um abraço.
    Valdirene de Almeida
    Professora de Geografia.

  69. Masumi Kudo Says:

    Concordo com a Professora Léa que é necessário integrar a escola na tecnologia e que essa é uma cultura que será internalizada no currículo da escola de forma lenta e gradativa. O uso da tecnologia é um processo que não é recebido de forma pronta pelos educadores, pois alguns ainda demoram para se integrar e relutam em utilizaar por falta de interesse em buscar o novo ou mesmo por comodismo.

  70. josé humberto Says:

    A cultura digital é transformadora do ambiente escolar. Uma vez bem trabalhada como ferramenta didática, esat criária vinculos que aproximarão professor e aluno, esclarecendo a importância de aprender, e dando sentido para a proposta de trabalho do educador.

  71. Neusa Says:

    Com o veloz avanço da tecnologia cabe a escola se orientar e se organizar para essa mudança de cultura, mas para essa nova renovação pedagógica é necessário mudanças de atitudes quanto ao processo educativo e quanto a formação dos professores. Ao meu ver os alunos estão mais preparados que os professores e a própria escola, por isso é preciso que nós educadores entremos também neste processo de inserção das tecnologias.

  72. Luciana Bellissimo G. Angelotti Says:

    Bastante sucinta, objetiva e clara a fala da Profª Lea
    Adoro mídias e tecnologias nas minhas aulas. Acredito que ficam mais interessantes, atrativas e aproxima o conteúdo ao mundo atual.

  73. ENIR DE FIGUEIREDO Says:

    A entrevista com a professora léa, tem tudo haver com a realidade na qual encontramos hoje. A busca pelo novo, o interesse às novas tecnologias, devem fazer parte da rotina dos educandos para a construção de uma escola igualitária visto que já está incorporada no cotidiano de muitos alunos

  74. ADRIANA AUXILIADORA SOUZA ROCHA Says:

    Profª Léa, apesar de nem todas as escolas estarem preparadas para obter recursos tecnológicos, é necessário correr e aprender, pois as TICs são uma oportunidade para nós nos adequarmos a essa realidade da informática imperando nos meios de comunicação. O aspecto positivo de tudo isso é acompanharmos essa juventude que vem pra escola com o domínio da internet, mas vale pensarmos bem que os aspectos culturais não devem ser deixados de lado, senão perderemos o foco dos nossos objetivos enquanto profissionais da educação.

  75. Lívia Maciel Says:

    O áudio está em inglês, alguém sabe como colocá-lo em português?

  76. Ronaldo Lima Brandão Says:

    As tecnologias possibilitam uma nova pratica metodológica de grande importância quando são usadas em sala de aula pelos professores no processo de ensino/aprendizagem e formação cultural. Porém, esse processo no uso dessas tecnologias deve ser bem planejado para que se tenha um uso adequado dentro das questões éticas quando se refere às tecnologias e o desenvolvimento da cultura. Dentro do meu trabalho me considero apito as condições vindas através de uma nova cultura “digital”, mesmo porque o estar preparado para isso significa estar em constante capacitação e preparação para esse novo mundo.
    A preparação ou não para essa nova forma de condução do ensino através do uso das tecnologias que devem sempre visar o melhor desenvolvimento do processo de ensino/aprendizagem, esta na capacidade estabelecer requisitos e objetivos que se pretende alcançar. Motivação dos alunos, desenvolvimento das habilidades para pesquisa e leitura, desenvolvimento crítico, ampliação do conhecimento, conscientização sobre o bom uso das tecnologias. Tudo isso sem deixar de acompanhar o desenvolvimento cultural “digital”.

  77. Paulo Sérgio Barth Says:

    Obsevamos nitidamente esta questão a nossa volta e apesar da facilidade de acesso aos multimeios tecnológicos, vejo profissionais investindo em demasiadamente em diversão familiar em detrimento de sua formação e acesso. O que acentua a gravidade da situação é a aversão às tecnologias, o medo de quebrar paradigmas e, assim a educação da repetição continua… a desagradar os que ainda querem frequentar as aulas.

  78. MARIA JOVELINA Says:

    A professora Léa Fagundes coloca de forma muito inteligente que a tecnologia na escola se trata de uma nova cultura. E como tal precisa de um tempo para que todos tenham acesso e consigam trabalhar com ela com desenvoltura, senão, não passará de um modismo. Ela questiona que a escola precisa passar por uma grande transformação e não somente fazer uso da tecnologia nos métodos tradicionais mas integrar a escola na cultura digital que é lenta mas modificará toda sua estrutura.

  79. Rodinete da Silva Carneiro Batista Says:

    Embora a cultura digital seja necessária, o seu desenvolvimento exige quebra de paradgmas, e portanto, é um processo lento, pois exige uma adequação, tanto dos profissionais da educação, como dos educandos. No mundo hodierno as novas tecnologias são cada vez mais utilizadas, e portanto o seu aproveitamento no processo de aprendizagem, quando usado de forma adequada pode trazer grandes benefícios, tanto para os profissionais, quanto para os educandos.

  80. Magda Says:

    Nao consigo ouvir em portugues a fala da Lea fagundes. O que posso fazer?

  81. Maria Neide de Almeida Says:

    Acho relevante a fala da professora, mas aindo estou gatinhando quanto as novas tecnologias. Estou buscando novos conhecimentos com as TICs o que já me abriu novos horizontes, sei que chegarei lá. Até qualquer hora!

  82. Ana Angélica Says:

    Olá pessoal,

    Esse Podcast é realmente e somente em inglês? Eu só falo, leio, escrevo e ouço em português. Como faço?

  83. Paula Says:

    Boa tarde

    Não estou conseguindo ouvir o podcast da professora Léa, pois ao clicar no link ouço uma mensagem em inglês, mas ainda não domino este idioma.
    Por favor, alguém poderia ajudar?

  84. Renata Aquino Says:

    Atenção:
    Se você ouvir uma mensagem em inglês é porque o áudio da profa. Lea está momentaneamente indisponível por excesso de acessos.

    Tente estes outros links:

    http://webcurriculo.podomatic.com/player/web/2008-08-07T10_27_39-07_00

    http://webcurriculo.podomatic.com/entry/2008-08-07T10_27_39-07_00

    [audio src="http://webcurriculo.podomatic.com/enclosure/2008-08-07T10_27_39-07_00.mp3" /]

  85. Ana Lúcia Pintro Says:

    Sou professora de Matemática. A chegada da Sala de Tecnologias e a descoberta do software GeoGebra me ajudaram a inovar e melhorar o currículo que desenvolvo dentro da minha área. Apesar de acreditar nessa prática pedagógica, tenho muitas dúvidas que só com muito estudo, leitura e experiência poderei superar. Não é fácil introduzir novas metodologias em nossas aulas porque temos que ousar demais por não termos sido preprarados para tanto. Também não podemos culpar os cursos de graduação ou as Secretarias de Educação pelo nosso despreparo. O mundo está mudando rápido demais e tempos que fazer nossa parte para acompanhar essas transformações.

  86. Carmen Júlia Says:

    Concordo com a professora Léa, que a cultura digital ainda vai levar um tempo para entrar totalmente na educação escolar, pois para que ocorra uma mudança de cultura é um processo demorado, pois interfere diretamente na transformação de valores e atitudes de uma sociedade.

  87. Girlene Alves de Oliveira Marinho Says:

    Concordo com as palavras da professora Léa Fagundes quando diz, que a tecnologia na escola é uma nova cultura e a mudanção de cultura é lenta e precisa de muito conhecimento. A escola, em sua função educativa deve garantir que o ensino-aprendizagem ocorra com qualidade. Os recursos necessitam de quem opere e saiba ultilizá-lo de forma funcional e educativa. Creio sim que o professor esteja pronto para a cultura digital, mesmo que alguns tenham receios e criem empecilho para as novas mudanças. Mais com o tempo vamos conseguir engajar todos profissionais nesta cultura muito criativa e interessante para educação.

  88. Delziene Says:

    Devemos integrar a escola na cultura digital e não utilizar a tecnologia para copiar ou mascarar as dificuldades adquiridas no passado. Devemos mudar nossos conceitos de que tecnologia não traz mudanças, se nós não mudarmos seremos meros professores frustados e obsoletos em salas de aulas onde alunos não se interessam pelos conhecimentos do passado pois estão visando o que vem no futuro não lhes interessa o que já passou mas sim o que está por vir, o novo , o desafio, o futuro…

  89. Rosilma Lobato Pinheiro Says:

    Parabéns professora Benedita por ser a 1ª a participar deste fórum.
    logo que abrimos o link para ouvir…

    A Profa.Léa Fagundes levanta a questão e enfatiza a prioridade desta postura em relação a integração das tecnologias ao currículo.

    Hoje a inserção das tecnologias educacionais já estão sendo utilizadas em nossas escolas e percebemos que ainda precisamos valorizar mais para que possamos sugar todo o lado positivo de tais ferramentas didáticos pedagógicas no processo ensino aprendizagem.

    Nós faremos a diferença ao estudarmos profundamente os conhecimentos referentes ao uso pedagógico das tecnologias educacionais, inserindo-os ao currículo a partir de nossas participações no cursos que são ofertados pelo PROINFO-MEC- NTE-MARCO ZERO E NTM-EQUADOR – MACAPÁ-AP.

  90. Cibercultura, você está preparado? | Biosfera MS Says:

    [...]  professora Léa Fagundes, no podcast gravado no II Seminário Web Currículo – PUC/SP, levanta a questão: Você, educador, está pronto para a cultura digital? Em um minuto ela [...]

  91. RITA MARIA DA FONSÊCA CARNEIRO Says:

    O “novo” e o “desconhecido” sempre causam um certo receio, principalmente quando se trata de inovação da prática docente, o que muitos resistem por se sentirem despreparados para aderirem as mudanças, as quais são essenciais para a compreensão e inserção no mundo tecnológico.
    Integrar as tecnologias às atividades pedagógicas é fundamental para a inclusão no contexto educacional contemporâneo, pois para entendê-lo é necessário o conhecimento e a utilização desses recursos que regem muitos setores da sociedade e que é também imprescindível na educação.
    Como educadora confesso que não estou apta para a cultura digital, mas estou pronta para aderir as mudanças e oportunidades que chegam até mim, como o curso que ora estou fazendo, o qual considero uma formação continuada que está me propiciando fundamentações essenciais à prática docente e ao desenvolvimento de um currículo que possibilite ao aluno construir aprendizagens sólidas para a sua formação integral.

    Rita Fonsêca

  92. gilliard Says:

    Concordo plenamente com a professora Léa , temos que acompanhar o mundo da era digital, se nós não acompanhamos ficaremos para trás, e não vamos ser ignorante nessa parte, tanta faciladade que nós temos para tirar a curiosidade, está tão perto, mas as vezes sentimos medo de integrar nessa cultura digital, onde podemos encontrar diversos conhecimentos que estão ao nosso alcance. Precisamos de mudança e para requer muita atençaõ da parte de nosssos governantes que estão no poder para fazer tal mudança, basta criar um a lei.

  93. Alice dos Passos Rabelo Neves Says:

    Alice Rebelo Neves Disse:

    Professora Léa, Concordo que é necessário integrar a escola na tecnologia.Com o uso da tecnologias, principalmente o uso do computador e da internet nas atividades de sala de aula traz embutida a idéia de pluralidade, de inter -relação e de intercâmbio critico entre saberes e idéias desenvolvidas para favorecer a aprendizagem.

  94. Glicia Lopes de Sousa Says:

    A cultura digital no ambiente escolar favorece o aumento da motivação, desde que usada de forma desafiadora e estimulante para os alunos, aproveitando seus conhecimentos prévios. Para isso, o professor deve está seguro para nortear de forma eficaz e adequada às atividades curriculares com o uso do computador, mais podemos perceber que a resistência de professores ao uso das Tecnologias na prática pedagógica é comum em razão da formação que possuem estes profissionais. Hoje, há uma forte pressão para que esses professores se apropriem dessas tecnologias, utilizando-as de forma crítica e criativa com seus alunos.

  95. Laura Neide Says:

    A escola é um espaço, que emgloba tradições e culturas, inclusive as novas, como a digital , por sua vez, proporciona abertura para novos conhecimentos, que neste caso, se refere aos conhecimentos tecnológicos.

  96. Idalice Says:

    Gostei muito da fala da professora Lea, realmente é preciso integrar a escola a cultura digital. Não basta incluir. Os educadores precisam ter a oportunidade de realmente aprenderem como utilizar os TICs no ambiente escolar e ter também equipamentos suficientes para seus alunos.

  97. Ilda Says:

    Realmente o novo trás desconforto e duvidas, até mesmo insegurança, mas acredito que se em outros países a inclusão da tecnologia nas escolas ocorreu aqui também irá deslanchar, mesmo porque temos muitos educadores empenhados para que isso ocorra.

  98. Práticas que ajudam a tecnologia a ensinar | Biosfera MS Says:

    [...] A cultura do ensino pela tecnologia está na prática diária dos professores? Veja o que diz Léa Fagundes sobre o assunto quando pergunta: Você, educador, está pronto para a cultura digital? [...]

  99. Jeferson Luiz Tomazoni Says:

    Bastante complicado a adequação das escolas a cultura digital, porque com certeza é necessário uma mudança e quebra de paradigmas, nos quais o saber ensinar do professor está enraizado, em especial dos mais antigos, que oferecem resistência as novidades tecnológicas, como nós também, afinal o novo assusta.

  100. Antônia de Oliveira Ferrreira Says:

    Essa nova cultura digital me surpreende e provoca uma reflexão para que eu aprender mais e mais e assim poder atuar com mais segurança nesse novo caminho. Confesso que meus alunos me surpreendem quando os mesmo expõe um trabalhousando essa nova cultura. Então estou estudando , aprendendo para atuar em sala de aula com mais segurança nessa nova cultura.

  101. Vera lucia Araujo Fontes Says:

    Os aluno surpreendido-me com á aceitação da nova cultura digital, pois eles tem sentido reações muito prazeirosa,precisamoa e atrativas por isso temos que encarar este desafio com determinação e acreditarmos que ultrpassaremos as barreias.

  102. Ana Clara Says:

    A tecnologia na escola é um tema muito discutido hoje, pois vivendo na geração digital a escola nao pode continuar com uma metodologia atrasada e que nao responde a realidade atual. Todos sentimos que deve mudar, mas como diz a profª Lea Fagundes o novo espanta e integrar a cultura digital na escola é um processo lento , uma vez que engloba uma serie de fatores.

  103. Fabiana Silveira Says:

    Penso que as diversas tecnologias “chegaram” pra ficar (de vez), pois, podemos deixar as aulas mais instigantes e mudar a maneira de passar o conteúdo; Ops, não apenas passar mas intagrar o aluno no contexto do conteúdo à ser desenvolvido.

  104. Adriana Says:

    Concordo com a professora quando ela se refere a demora na mudança da cultura de um povo. Hoje nossos alunos estão muito mais atualizados que nós professores, muitas regras devem ser mudadas na educação para facilitar o dia-a-dia dos professores. As principais e mais urgentes mudanças devem ser feitas em relação aos espaços físicos das escolas, que ainda são super tradicionais e conservadores. Precisamos de salas e materiais mais dinâmicos que acompanhem o desenvolvimento dos alunos, além de profissionais mais dispostos a mudanças, que realmente queram ver a educação com outros olhos.

  105. Vivian Says:

    Achei a pergunta muito condizente será q estamos prontos para a cultura digital?
    Acredito que a iniciativa tem que vir do educador, e é óbvio que as mudanças não são na velocidade da luz mas é melhor começar e aos poucos vai normalizando, e entrando no cotidiano do professor e do aluno o aprender a gostar vem a tona, visão ao futuro e todos aderem, transpondo os obstáculos.

  106. Claudia Tamura Says:

    Particularmente, ainda não me sinto totalmente preparada para o uso da tecnologia em sala-de-aula. Nos habituamos ao uso da lousa e do giz, dos livros e revistas, porém, nossos alunos já não se interessam tanto por esses recursos já que a tecnologia está presente em seu dia-a-dia por meio da televisão, do computador ou celular. Necessitamos ultrapassar nossas próprias barreiras em relação ao medo que sentimos sobre o uso da tecnologia para assim, proporcionarmos aos nossos alunos novas formas de aprendizagem por meio da internet, dos vídeos, dos celulares, das redes sociais.

  107. vivianmartins Says:

    Nos dias de hoje a cultura digital é essencial na educação, acaba causando um pouco de medo e insegurança pois tudo que é novo assusta um pouco mas devemos pensar que é sempre para melhor e afinal o mundo esta cada vez mais tecnologico e é preciso acompanhar essas novas gerações.

  108. CLAUDIOMARA Says:

    O computador pode ser um instrumento poderoso e versátil na área da educação. Se usado com inteligência e competência, pode-se tornar um excelente recurso pedagógico à disposição do professor em sala de aula. De que maneira os professores usarão o computador, se é que se decidirão a utilizá-lo, dependerá, porém, não só dos recursos disponíveis mas, também, de seu conhecimento do potencial dos computadores e, algo muito importante, de sua filosofia de educação. Dado o fato de que os recursos financeiros inevitavelmente serão limitados na maioria absoluta das escolas, os educadores terão que tomar decisões e definir prioridades. Para que essas decisões sejam tomadas com conhecimento de causa, é necessário que saibam o que o computador pode e o que não pode fazer na educação, o que pode ser feito melhor com o auxilio do computador e o que pode muito bem ser feito sem ele. Só assim os educadores farão o computador servir aos objetivos educacionais por eles fixados. Se não se preocuparem com essas questões, o computador provavelmente será, mais cedo ou mais tarde, introduzido na educação, mas em condições tais que os objetivos da educação acabarão tendo que se curvar às limitações da máquina.

  109. Luciana Regina Brochado de Jesus Says:

    Concordo com a professora, é preciso integrar a escola com a era digital, para o enricimento do ensino aprendizagem.

  110. Luciana Regina do Espírito Santo Karas Says:

    Gostei muito do podcast da Profª Léa, porém acredito que os professores não estão preparados para o uso das tecnologias na educação.Alguns por outro lado estão se preparando. Achei muito interessante saber ter conhecimento de que não são as tecnologias que devem se adequar ao currículo e sim as disciplinas se adequarem ao uso das tecnologias, inovando, criando e transformando a educação.

  111. Daniela Says:

    A escola deveria acompanhar a tecnologia em seu curriculo, pois é essa ferramenta que os alunos usam mais, e passa a se interessar pela matéria que torna dinâmica e motivadora. Cabe a nós professores atualizar nossos conhecimentos da tecnologia e utilizar esses recurso ao nosso favor. Mas a realidade nem sempre pode ser aplicada se a instituição não se atualizar. Mas devemos buscar melhorias para a educação do nosso país para teremos resultados positivos no ano letivo

  112. ANA PAULA GARCIA PEREIRA Says:

    CULTURA DIGITAL TEM QUE SER ABORDA-LÁ EM TODOS OS ASPECTOS E TAMBÉM TER AS TECNOLOGIAS DISPONIVEIS DENTRO DA ESCOLA, TODOS NOS DEVEMOS ADOTAR ESSA CULTURA PARA PODEMOS NOS DESEMPENHAR MELHOR.

  113. Monica Aparecida da Silva Jardim Says:

    Concordo com Léa Facundes ,o professor deve estar preparado para o mundo da tecnologia.Pois aqueles que não estiver preparado ficará para trás.

  114. Magali Camargo Says:

    Tá, OK, a escola é sim um espaço que emgloba tradições e culturas e que proporciona abertura para novos conhecimentos, e partindo desse ponto de vista e da fala da Lea, que é datada de 2008, onde diz que a aquisição e adequação da cultura é um processo lento, e isso é uma realidade, pois não é fácil trocar velhos hábitos e crenças ou mexer em algo que se acredita estar dando certo, por que é que os alunos dominam as tecnologias, (isso digo agora em 2011), e os docentes ainda resistem tanto? Acredito que não somente investimento por parte do governo em equipamentos seriam necessários, mas também uma maior valorizaçao profissional do Professor, principalmente da Educação Básica, para que o mesmo tivesse alémda disposição, a disponibilidade para buscar maior capacitação profissional sem ter que se desdobrar para melhorar seus rendimentos mensais, tendo em vista que a EDUCAÇÃO não é estática e se faz necessário que a acompanhemos.

  115. Francilene Vasconcelos da Silva Says:

    A era digital está presente na maioria das escolas.A função educativa deve garantir que o ensino de aprendizagem ocorra com qualidade. Estamos nos aperfeiçoando e os que não estão precisam agilizar . É necessário que todos envolvidos com a educação se aperfeiçoem e aprendam as TICs para aprimorar cada vez mais suas aulas , com qualidade e inovação.

  116. fernanda de paula santos moura Says:

    A cultura digital está bem acelerada,e nossas escolas estão muito lentas para aceitar as novas mudanças então acabamos ficando meios broqueados .pois estamos se preparando mas muitas vezes não consiguimos colocar em pratica.

  117. fabiana santos Says:

    É impossivél fechar os olhos, para tanta mudança tecnólogica na educação, infelizmente, falta profissionais capacitados e orientados para desenvolver e acompanhar tanta mudanças, esse infelizmente é um assunto que desperta muitas duvidas ao seu respeito, pois muitos educadores estão acomodados e perdidos mediante tantas mudanças,para entender tais mudanças é preciso conhece-las e ir em busca da aprendizagem e do conhecimento, capacitar-se é sempre a melhor solução, fugir dessa realidade é fechar as portas para um mundo de conhecimentos e novas descobertas.

  118. Orivaldo Says:

    Concondo com a prof., mas vejo a tecnologia no setor Educacional muito atrasada principalmente quando quando ao trabalho com o aluno em sala de aula, isto devido a diverso fatores sendo.
    falta de laboratorios adquados nas escola ou mesmo a falta de equipamento, falta do preparo do profissionale a acomoda;ao em que se encontram.

  119. Maria Aparecida Says:

    Diante da fala da Professora a escola precisa adequa-se as novas tecnologias e não o contrario. Pensando nisso, e sendo conhecedora da realidade de varias unidades escolares, essa mudança deve partir do sistema como o todo, pois encontramos aparelhos tecnologico encaixados a muito tempo nas sala.

  120. Roseli Cardoso do Nascimento Says:

    concordo plenamente com a professora Lea o uso da tecnologia é de grande importancia para o currículo , pois elas contribuem para que nossos alunos sejam sujeitos de sua pria aprendizagem algo importante hoje para que eles possam atuar em uma sociedade

  121. Veronice Says:

    O que a Profº a Léa diz é a mais pura verdade.O computador é uma instrumento muito poderoso e versatil se usado com inteligencia.Mas nem todos os educadores estão preparados para tal tecnologia, ha muito o que investir na area de formação para que essa tecnologia seja mais aplicada nas salas de aula.

  122. Mariel Says:

    Realmente chegamos a etapa de nossas vidas, onde não podemos estar desagregados das tecnologias,e por outro lado é Bastante complicado a adequação das escolas a cultura digital, porque com certeza é necessário uma mudança e quebra de paradigmas, para se poder integrar a cultura digital na escola.

  123. Gisele Aparecida Octavio Says:

    Enquanto educadores temos que estar prontos para nos atualizar, andarmos de acordo com a realidade, mesmo que não estejamos prontos para a tecnologia temos que correr atrás e nos preparar, buscar novos conhecimentos e tentar inserir a tecnologia em sala de aula. Porém não depende somente do professor, mas sim da escola como um todo, ou seja, a escola deve proporcionar meios para o educador e também estar preparada para as novas tecnologias que devem servir como aliada na escola.

  124. silvana Says:

    O que a Prof. Léa disse é realidade que temos na escola onde até tentamos incluir a tecnologia no currículo mas o tradicionalismo da escola prevalece não fazendo uso da tecnologia ao seu favor. Eu como educadora vejo a cultura digital como um meio de resgatar a importancia da escola de torná-la atraente, e eu estou ciente que nós educadores temos um papel fundamental e precisamos nos preparar para a cultura digital.

  125. andreia Says:

    Acredito que as tecnologias são ferramentas indispensaveis na vida humana, devemos inserir nossos alunos nessa era digital, infelismente essa realidade ainda não esta bem inserida nas escolas.

  126. Veronica Says:

    É necessário uma mudança pois com tanta tecnologia a escola tem a necessidade de inovar e modificar a prática pedagógica. Além do mais, é uma maneira de tornar a escola um local estimulante e desafiador para o aluno, que terá seu aprendizado alcançado.

  127. Vanessa Moraes Says:

    Temos uma dificuldade enorme nas escolas porque não possuem computadores suficientes para o uso dos professores, assim dependemos que o aluno desenvolva as tarefas fora da escola, atribuindo estas como pesquisas, deixando de ser discutidos vários assuntos para formação do conhecimento dos alunos.
    Precisamos mudar o mais rápido possível para que nós professores consigamos alcançar as expectativas dessa geração online.

  128. Deize Says:

    Na escola o uso da tecnologia ainda não está como deveria ser, nem todos têm acesso as tecnologias, e os que tem acesso não utilizam por comodismo por preferirem ficar no mesmo de sempre, outros não fazem ideia de como usa-las. Nesse momento é que a formação continuada deve entrar, pois tem o poder de abrir novos horizontes aos professores que tem a necessidade de entrar em contato com o novo mundo. O mundo digital!

  129. Roseli Cardoso do Nascimento Says:

    Concordo com o que a Lea Fagundes ,o processo de aprendizado é lento,mas se faz necessário,pois a escola tem que se adequadar a novas realidades e conexão com o planeta

  130. Amauri Cardoso Says:

    Profª. Lea, sua experiência nos ajuda muito a entender essa situação pela qual a educação está passando e precisa atingir seus objetivos da inclusão digital. Seu depoimento aponta vários enfoques que travam o desenvolvimento da TIC na educação e o primeiro deles se refere ao docente que é a ponte de ligação para as novas gerações que vêm disparadas no mundo vitual. Mais que necessário, se faz urgência que os educadores migrem com toda força de vontade, competência e habilidade para o mundo virtual.

  131. Patricia da Silva Pereira Says:

    A inclusão digital com certeza é necessária nos dias de hoje, mas esta lenta devido ao docente que ainda não esta preparado para essa tecnologia e que precisa de ajuda para aprender a lidar com essas inovações. Mas é muito ver que as tecnologias já fazem parte da vida dos nossos alunos e isso de certa forma pode ser um incentivo para os docentes que tem resistido a essa mudanças!

  132. Kleber Mesquita Gomes Says:

    Prof Kleber, é essencial a tecnologia na escola, só que para isso precisa capacitar os professores, a escola tem que se adequar as novas realidades .

  133. marisa vitale da silva Says:

    Comprendi o depoimento que, as escolas estão recebendo as novas tecnologias, mas ao invés de inovar estão adaptando as tecnologias no ensino tradicional.

  134. Sandra Misteri Says:

    A inclusão digital é algo inevitável para todos e em especial para nós educadores, pois as crianças já chegam à escola com uma bagagem digital que as vezes nos deixam até confusos, mesmo porque, ainda existem muitos educadores que resistem a essa tecnologia. É muito válido o depoimento da profª Lea, afinal , é necessário que os educadores mergulhem de cabeça nessa nova era.

  135. andreia Says:

    Pelo que pude perceber as escolas estão tecnologicamente prontas para atender a demanda por tecnologias, porém os alunos e o corpo docente tem muitos caminhos a percorrerem até chegarem a inclusão digital

  136. Luiz Antônio Says:

    A escola deve se preparar, para as novas tecnologias, pois o uso das novas mídias são muito úteis para o desenvolvimento educacional do aluno.
    O primeiro passo é preparar educadores responsáveis e capazes para termos uma educação de qualidade.

  137. Meiriani Camargo Says:

    As tecnologias ainda encontram dificuldade em estar plenamente envolvida com todas as disciplinas da escola. Em nosso municipio a informática já se encontra inserida como curriculo obrigatória, o que facilita sua integração. Enquanto a sua efetiva integração ão ocorrer, infelizmente a escola continuará a ser vista de uma maneira tradicionalista e desinteressante para os alunos. Ela está no nosso dia a dia, intrinseca em praticamente todas as nossas atividades, então por que ainda reessa luta para inserí-la na escola?

    ABRAÇOS

    Meiriani, São Roque – sp

  138. lilian mesquita gomes Says:

    As escolas precisam se adequar a esse novo mundo tecnológico, a internet , a comunicação virtual facilita a nova gama de conhecimento se tornando essencial na sociedade atual.

  139. Maria de Fátima Pereira Says:

    Atualmente a tecnologia é algo que deve ser associada ao trabalho educacional, mas infelizmente há profissionais que ainda não se adequaram a este recurso didático que possibilita um melhor entendimento das novas informações.

  140. Driely Arjona Says:

    O uso das TICs pelos professores é de suma importância nos dias em que vivemos pois nossos alunos vivem em um mundo todo tecnológico.
    Se usado corretamente as TICs nas salas de aula auxilia e deixa as aulas e temas muito maios interessantes para os alunos.
    Para isso é importante que os professores estejam sempre se atualizando e capacitando

  141. Thais Pádua Says:

    Concordo plenamente com a fala da Profº Lea Fagundes e acredito que o uso da tecnologia nas escolas ainda está em processo, pois temos um acervo grande de equipamentos na escola, porém ainda precisamos esta capacitados e atualizados a essas mudanças. Pois, só assim iremos conquistar um ensino de qualidade ao nossos alunos.Um ensino realmente prazeroso e significativo para nossas futuras gerações.

  142. Giane V.D. Santos Says:

    Realmente a tecnologia está chegando de forma acelerada nas unidades de ensino. Apesar de todas as capacitações para os professores, tudo é muito novo, inclusive para os nossos alunos, mas com calma e persistência chegaremos ao nosso objetivo final, a nossa aula totalmente na era digital.

  143. Rita de Cássia Bueno Says:

    O professor deve estar preparado, para transformar novos conhecimentos no processo de ensino e aprendizagem de seus alunos, pois é muito importante que haja um movinto articulado entre ambas as partes envolvidas no processo pedagógico.

  144. Renato Says:

    Ao abordarmos a cultural digital nos deparamos com um processo e ferramenta articuladores de uma tecnologia que possibilta dinamismo pleno e absoluto no processo de aprendizagem escolar, como também conhecimento técnico profissionalizante, obviamente os fatores de inovação causam um impacto, é necessário superarmos as dificuldades e estarmos propostos a uma adaptação, pois trata-se de um processo constantemente em evolução.

  145. Meiriani Camargo Says:

    Na minha opinião achei muito importante quando a senhora colocou a era digital para resgatar trabalhos feito no passado e neste momente com um simples click podemos nos remeter ao passado e buscar trabalhos maravilhosos feitos por mentes brilhantes.

  146. Estela Says:

    Conforme a explanção da Profª Lea, não é integração da tecnologia digital ao currículo, é sim cultura digital integrada na escola. Eu concordo com esse ponto de vista, pois a cultura digital deve ocorrer naturalmente dentro de uma escola e não como uma imposição de condições somente para seguir o curriculo.

  147. Debora Cristina G. Junqueira Says:

    A escola precisa se adequar aos momentos atuais, asim como o professor que deveria utilizar das tecnologias como forma de motivação aos seus alunos transformando a sala de aula num compartilhar de aprendizagem e conhecimentos.Para isso ele passa a ser um mediador entre os estudos já estabelecidos e as vivências trazidas pelos alunos.

  148. Edilene Aparecida Gonçalves Says:

    Concordo com a professora Lea,realmente a tecnologia é ampla e parece infinita.Precisamos desenvolver habilidades o mais rápido possível e em conjunto com professores e o sistema que rege a U.E. ,desenvolvermos um trabalho que direcione o aluno para utilização positiva dassas tecnologias, visto que as gerações a cada instante dominam mais um objeto tecnológico do que os contúdos tradicionais(caderno,interpretação oral ,etc).

  149. Selma Lima Says:

    Os TICs têem que fazer parte da vida escolar dos nossos alunos, mas para isso as escolas tem que estarem equipas e os professores capacitados para essa tecnologias. Assim as aulas terão mais interesses para os alunos.

  150. Sandra Sasso Says:

    Concordo com as palavras da professora, mas acredito que não se trata de uma resistência as novas tecnologias, mas sim a necessidade de aprender e fazer uso delas, pois a tecnologia esta em tudo nos dias de hoje, precisamos estar preparados para esse novo desafio, pois as crianças pequenas sabem mais que nos adultos, por esse motivo é necessário que sejam realizadas mudanças no pedagógico, não se preocupando apenas com currículo e sim na prática com a inserção de novas tecnologias. Outro ponto muito importante é que as instituições tem que estar preparadas para essas mudanças, investindo em novos equipamentos.

  151. João Paulo Januario Says:

    As novas tecnologias se não forem utilizadas adequadamente não servem de nada, mesmo que a tecnologia já esteja disposta na escola, se o professor não estiver capacitado para utiliza-la e estimular a utilização pelos alunos, a tecnologia se transforma em apenas uma ferramenta, sem ser aproveitada em sua totalidade.

  152. vania Says:

    Na escola ainda faltam recursos tecnológicos para desenvolvermos atividades que integram a tecnologia, mas diante dos poucos recursos ainda consigo dar minha contribuição, proporcionando aos alunos trabalhos e projetos que envolvam as tics .Precisamos de mudanças urgente para tornar a educação atrativa para os alunos.

  153. Ivete Pereira Says:

    A professora Léa disse bem na entrevista. Noto no meu trabalho como professora, que esta cultura digital está aos poucos se integrando no meio educacional, mas a mudança não vai ocorrer de uma hora para outra se o pensamento tradicionalista do sistema educacional não se modernizar e querer aceitar esta nova cultura.

  154. cleusa marcondes Says:

    Acredito que estamos nos preparando para esta cultura. Alguns com muito entusiasmo, outros nem tanto, pois a tradição , o passado ainda reluta com o “novo”; muitas vezes sem querer notar o quão importante será, principalmente para as futuras gerações.

  155. Isabel Cristina Vigatto Torres Says:

    Concordo com a fala da professora Léa pois os professores não podem mais ignorar as novas tecnologias que estão presentes no cotidiano dos alunos, sendo assim os professores,a escola e os alunos devem trabalhar em conjunto se adequando a essas novas tecnologias na educação de qualidade.

  156. Anne Caroline Says:

    A cada dia a tecnologia está mais presente em nosso cotidiano. Precisamos estar nos daptando a essas transformaçoes, onde na prática pedagogica isso não poderia ser diferente, integrar a cultura digital no cotidiano escolar só tem a favorecer nossas praticas, alé de tornar as aulas mais interressantes aos alunos.

  157. Andréia Says:

    Muito bom, mas acredito que precisamos aprender muito de tecnologia para que possamos implantar realmente a teconologia em sala de aula.

  158. Lídia Cristiane de Souza Says:

    As novas tecnologia devem sim ser implantadas na escola, devemos nos adaptar a elas para acompanhar esta nova geração de estudantes que estão tão ligados as novas TICs.

  159. Edna Torres de camargo Franco Says:

    Nós professores, temos que estar nos preparando para as tecnologia que estão surgindo e para que possamos acompanhar nossos estudantes, que estão bem a frente de nós.

  160. Elisangela Moreira Says:

    Concordo, os dois tem que ser integrados ,andando na mesma linha e cada vez mais estar interagidos no cotiano escolar para fazer a mudança no ambiente escolar.

  161. edcleverton Says:

    Bom dia Professora Léa. Estou preparado. Os cursos os quais participo procuro colocar o que foi aprendido em sala aula, sei que é muito importante a utilização das novas tecnologias em sala de aula, não tem como fugir da realidade dos novos tempos. Está sempre atualizado é muito importante porque a cada dia surgem coisas novas e interessantes, mesmo sendo imigrantes digitais procurando nos adequar e acompanhar os nativos digitais.

  162. vivian Says:

    A cultura digital cada vez mais esta se tornando uma ferramenta essencial para o desenvolvimento da pratica educativa ,por isso devemos esta a cada dia mais atualizados com as tecnologias

  163. vania da silva fontes santos Says:

    Atuamente não podemos falar em educação sem inserir as TIC no universo escolar, pois ela está presente em toda parte na vida do aluno , desde o uso do celuar até o computador, que hoje em dia é coisa corriqueira e necesária no cotidiano de cada um. Então é imprescindível que o professor esteja atualizado com relação a essas tecnologias e mesmo que a escola não ofereça um suporte muito bom, o docente tem que correr atrás para se atualizar e estár antenado com essas ferramentas dos novos tempos, procurando trazer para a sala de aula essa nova prática pedagógica.

  164. Wilfred Batista Says:

    Acredito professora Léa que a senhora foi feliz quando institui a necessidade de compreendermos a cultura digital como um processo em transformação e que está transformação é a própria transformação da cultura local, instituida no padrão da liberdade consciente e atual. Parabens por suas palavras incentivadoras.

  165. shirley Says:

    Tenho um olhar positivo sobre esse assunto porque as mudanças já estão ocorrendo apesar de ser um processo lento, pois os professores e gestores já buscam informação e prática para integrar a escola na cultura digital.

  166. Carla Says:

    Todos os educadores devem se atualizar, pois as novas tecnologias vieram para ficar.

  167. Entrevistas, vídeos, podcasts e chats Web Currículo 2008-2011 « Web Currículo PUC-SP Says:

    [...] Podcast com Léa Fagundes http://webcurriculo.wordpress.com/2008/08/09/podcast-com-lea-fagundes/ [...]

  168. Andréia Romanuc Albuquerque Says:

    Acredito que oferecer uma educação de qualidade atualmente utilizando a Cultura Digital é tarefa difícil, visto que os alunos tem mais contato que nós com as novas tecnologias. As transformações e inovações em relação aos recursos tecnológicos são constantes e a escola não está conseguindo acompanhar tantas modificações. Por isso, é de suma importância os educadores se atualizarem e adotarem novas culturas digitais,de modo gradativo as mudanças serão alcançadas com êxito, garantindo assim o sucesso da aprendizagem em relação a Nova Era do Conhecimento. Abraços, Andréia R.

  169. Eliana Moreira Alcantara Says:

    Eu concordo com a Prof. Lea, a tecnologia é uma ferramenta importante para resgatar o nosso passado. É um desafio para o professor, temos que ter a iniciativa de mudança em nossa metodologia para atingir nossos alunos. Nossos alunos leem e se interessam mais por imagens do que textos. A tecnologia está ao nosso lado.

  170. Maria da Piedade Santos Oliveira Says:

    Professora Léa, com certeza precisamos acrescentar a cultura digital no currículo escolar, visto que hoje não se pode pensar em fazer algo sem essa nova ferramenta, que veio com força, e veio para ficar.É lamentável que as escolas não invista primeiro no professor, capacite-o para que possa transmitir seu conhecimento com segurança. Precisamos nos integrar a essa nova realidade, pois o nosso aluno é esperto e sabe muito. É percebido as transformações ocorridas no meio tecnológico, e são constante, difícil de acompanhar. Então as escolas precisam colocar como currículo escolar para atender a essa nova geração.

  171. Janaína Says:

    A educação não acompanha os passos largos da tecnologia…Há necessidade de novas estruturas que instiguem os alunos e estejam de acordo com sua realidade..

  172. Glaucia Says:

    A tecnologia digital nos dias de hoje esta inserida na vida dos nossos alunos,cabe a nós professores também nos apropriarmos dessas tecnologias para podermos falar na mesma lingua com os mesmos.A tecnologia é uma ferramenta que veio para enriquecer as nossas aulas e facilitar a vida tanto dos professores como dos alunos.Temos que nos aperfeiçoar e ensinar aos alunos a fazerem o bom uso das novas Tecnologias .

  173. Talita Cristina Says:

    As escolas também devem estar preparadas para receber essas novas tecnologias em seu dia a dia, para melhor desempenho do professor diante desses novos recursos.

  174. Fabio Fontes Says:

    A inserção da tecnologia na educação é essencial, porém, como diz Léa Fagundes, não se trata de integrar as tecnologias no currículo, se trata de integrar a escola na cultura digital, talvez, este seja um dos grandes obstáculos, desta fronteira digital; por que em muitos casos o que percebemos que a escola ainda está uma passo atrás no que se refere a inclusão da escola na cultura digital. Há uma dificuldade de mudança, é preciso quebrar este paradigma e para que isso aconteça o currículo deve ser reformulado, só então assim, teremos um currículo associado ao uso das novas tecnologias e consequentemente uma nova cultura.

  175. Marie Luce Carvalho Matos Santos Says:

    A tecnologia faz parte de nossas vidas, mas as escolas precisam está preparadas para essa nova cultura e isso é de forma lenta e gradativa, já que somos frutos de uma educação tradicional, porém precisamos estar abertos para as mudanças.

  176. Adriana Gama Says:

    É necessária uma mudança cultural no âmbito escolar, para que possamos superar o tradicionalismo ainda vigente e nos inserirmos na cultura digital. Para tanto, nós professores temos que nos qualificar continuamente.

  177. helena Says:

    A tecnologia já se encontra na cultura da sociedade, falta apenas a inclusão da mesma nas escolas, com mais seriedade e disponibilidade, aproveitando e utilizando a tecnologia em benefício do currículo escolar.

  178. Gláucia Martins Says:

    O uso das tecnologias vem a ajudar de forma ampla o planejamento curricular da escola. Ela é uma ferramenta muito importante no auxilio ao professor e docentes.

  179. Gláucia Martins Says:

    O uso das tecnologias vem a ajudar de forma ampla o planejamento curricular da escola. Ela é uma ferramenta muito importante no auxilio ao professor e discentes.

  180. Patricia Vieira Says:

    O uso da tecnologia no planejamento curricular é muito importante na educação escolar e nós professores devemos estar constantemente nos capacitando para acompanhar esse avanço tecnologico.

  181. Eliodete Almeida do Nascimento Says:

    Eu preciso estudar mais,está mais interada com as novas tecnologia por isso que eu acho muito importante esse curso de formação continuada do proinfo intergrado.

  182. marcio Says:

    Ainda não.Mais estou me capacitando, para quando a cultura digital chegar á escola em que eu trabalho, eu já esta pronto, para recebe-la!

  183. Célia Says:

    Baseado na explicação da professora Lea, a escola precisa
    inovar com as tecnologias inserindo com a cultura padrão.
    Precisamos sim, integrar a escola na cultura digital sem per-
    der os valores éticos.

  184. Wiviani Simonaci de Lima Says:

    A cultura digital, hoje, é uma realidade mundial. Nós, profissionais da educação compreendemos sua funcionalidade na docência como também na vida pessoal. Trata-se de uma cultura que não se sobrepõe, mas que se soma em conhecimentos, formas e métodos que nos auxilia em nossas formações, prática docente e no meio social. A era da informatização do conhecimento e do livre acesso torna o saber democrático e colaborativo em todas as áreas de aprendizagem. Sendo assim, como educadores de séries iniciais, temos uma responsabilidade maior em conduzir, orientar e selecionar conteúdos, assuntos e temáticas que estejam dentro de uma proposta didática educativa, sem deixar de contemplar questões sociais atuais, proporcionando uma educação contextualizada. A cultura digital é uma ponte para ascensão no meio social e profissional, é necessário ter essa consciência para não pararmos no tempo, pois o tempo não pára.
    Wiviani Simonaci de Lima. João Pessoa, PB.

  185. sueli rodrigues de carvalho Says:

    con cordo plenamente com as palavras da professora Léa essa cultura digital que tanto estar se falando nas escolas vai levar um tempo prara ser aceita totalmente na educação escolar, porém é um processo demorado que intefere na transformação de valores de uma sociedade

  186. Zelia de Siqueira Says:

    O uso da tecnologia nas escolas não como deveria ser, mas é muito importante a presençs da tecnologia em qualquer instituição em uma nova cultura. Interagir todas as escolas na cultura digital.

  187. Neyla Francianne de Menezes Gomes Says:

    Acredito que para haver uma aceitação da escola das Novas Tecnologia é preciso que essa instituição de ensino tenha uma nova mentalidade de inovação.

  188. Elizangela Tiago da Maia Says:

    A fala da professora Léa nos leva a refletir sobre a necessidade de políticas de formação inicial e continuada na educação de forma permanente, que contribua para uma nova visão cultural tecnológica.
    Neste sentido, a mudança de cultura necessita da quebra de paradigmas tão cristalizados no meio social, pois o trabalho com as tecnologias muitas vezes é visto com desconfiança pelas famílias, pelos trabalhadores em educação e também pelo próprio Estado que ainda não reconhece sequer a necessidade de um professor (ra) especializado na área tecnológica, para atuar na sala de tecnologia e muito menos garante a existência de recursos tecnológicos que atendam a demanda das instituições, tanto da educação infantil como do ensino fundamental, já que principalmente a primeira etapa está a margem.
    Assim, como disse a professora a transformação é lenta, mas precisa ocorrer tanto dentro dos sistemas de ensino, como em um contexto mais amplo social, que garanta principalmente mais financiamento em educação, pois mudar não depende apenas de concepções, mas também de investimentos, se a intenção é a presença da tecnologia em uma nova tradição.

  189. Renata Alessandra Nogueira Says:

    Concordo com a professora Lea, pois a tecnologia é uma grande aliada para o enriquecimento das nossas aulas. Deve estar dentro do curriculum das escolas, pois assim iremos fazer uso de um recurso adicional na elaboração dos projetos.

  190. Paula Ugalde Says:

    Podcast expertise como tod@s da grande Mestra, Léa Fagundes! Estive o dia retomando a leitora, pela riqueza de reflexões que favorece.

    Gostaria – se possível, de conhecer as pesquisas e reflexões sistematizadas pós evento. Devo ter lido mas peço que indique Professora Renata Aquino!! Aguardo e agradeço!! Grande abraço e parabéns pelo evento!!

  191. selmaredesdeaprendencia Says:

    Em se falando de apropriação, integração e uso das tecnologias na sala de aula para promover mudanças na cultura da escola, tivemos uma experiência aqui em Fortaleza/CE, onde desenvolvemos uma Formação com os professores da rede pública municipal no Centro de Referencia do Professor -CRP. Os mesmos foram convidados a utilizar as redes sociais numa perspectiva de Redes de Aprendência. A proposta era elaborar e dinamizar essas redes objetivando inovar na prática pedagógica. Imaginem vocês que uma profa. desenvolveu atividades educativas em uma rede social que levou o aluno a mudar de postura. Os alunos se dirigiam a lan house para interagir com a mesma, respondendo prontamente as ações pedagógicas ali sugeridas. Assim concordando demais com profa. Léa, confirmamos que é possível mudar a cultura da escola para a cultura da educação digital. Embora saibamos que o processo seja lento, complexo…mas estamos fazendo. Ah! Essa experiencia está no Fórum do Portal do Professor: Uso de redes sociais na escola: criando Redes de Aprendência. Web 2.0 & Transdisciplinaridade.Obrigada

  192. trocadilhocama Says:

    Gostei das palavras da professora Léa essa cultura digital que tanto estar se falando nas escolas vai levar um tempo prara ser aceita totalmente na educação escolar, porém é um processo demorado que intefere na transformação de valores de uma sociedade, porem temos que refletir sobre essa nova visão.

  193. Regina Ferreira Says:

    Concordo com o pensamento de que a escola deve absorver a cultura digital. Todo novo caminho físico significativo gera um novo olhar, uma nova “filosofia”, uma nova visão de mundo. O computador é “realmente uma nova realidade”. Em primeiro lugar, acho que antes de mais nada é preciso cuidar do lado legal do tema, para sabermos o que fazer, como, o que exigir como cidadão, como professor, como aluno. Em segundo, já dei aula em escolas em que precisava comprar giz! E eu tirava xerox de textos interessantes… Acho que precisamos tomar cuidado para não cair naquela atitude “para inglês ver”. Vamos pensar na televisão. Quanta transformação maravilhosa ela poderia ter trazido, no entanto… Por que a internet formaria uma nova ordem?

  194. Elisabeth Alves Marques de Deus Says:

    Concordo que a escola precisa urgentemente qualificar melhor os docentes, pois alguns colegas ainda são resistentes na utilização do computador em sala de aula e desta forma evitam trabalhar com projetos.

  195. Fábio Cabral Says:

    A professora é sucinta e enfática. Não é o fatos de ter uma máquina de dados e saber usá-la que o faz inserido na cultura digital, é necessário conhecimento e preparação intelectual.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 105 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: