Archive for the ‘Notícias’ Category

ATENÇÃO! CONCURSO ABERTO PARA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE LONDRINA!

28/07/2015

São vagas para muitas áreas! Acessem:

http://www.uel.br/prorh/index.php?content=selecao%2Fconcdoc%2F079_2015%2Findex.php

3 CASOS DE ESCOLAS QUE COLOCARAM O ENSINO HÍBRIDO EM PRÁTICA

21/07/2015

Uma revolução na aprendizagem. Esse é o propósito das instituições de ensino que passam a combinar o aprendizado online com o

offline, fazendo com que o aluno mescle o estudo por meio virtual, em que ele é o protagonista de sua aprendizagem, com o formato presencial, que valoriza a interação com o professor e os colegas. Esse método é conhecido como ensino híbrido ou blended learning (a expressão em inglês se assemelha mais a ‘aprendizado mesclado).  

O ensino híbrido já está consolidado como uma das tendências mais importantes da educação do século 21. Com o grande leque de possibilidades hibrido-homeaberto pela tecnologia, a proposta é a de que os alunos passem a ver mais sentido no conteúdo apresentado, tenham acesso a um processo de ensino personalizado, sejam estimulados a pensar criticamente, a trabalhar em grupo e a desenvolver a autonomia nos estudos.

Mas, se uma escola segue o modelo tradicional de ensino, como inovar e colocar em prática o ensino híbrido? Diversas escolas no Brasil e no mundo seguem essa tendência. Abaixo, listaremos três casos de escolas que já praticam esse modelo de ensino.

1. ESCOLA PÚBLICA BURNETT ELEMENTARY, NA CALIFÓRNIA, ESTADOS UNIDOS

Uma sala de aula diferente. É o que proporciona a professora Alison Elizondo, da escola pública Burnett Elementary, na Califórnia, para os alunos do 4º ano do ensino fundamental. Alison desenvolveu um programa de ensino híbrido chamado We <3 2 Learn (Nós amamos aprender, em tradução livre), que utiliza plataformas online para subverter a rotina da sala de aula e colocar o aluno no centro do processo de aprendizagem. A professora divide as aulas em cinco etapas de 25 minutos e vai rotacionando as atividades, de maneira que todos os alunos passem pelos diferentes estágios.

As quatro primeiras etapas são referentes a conteúdo e, a última, à reflexão. A primeira delas é realizada com o apoio de plataformas adaptativas, como a Khan Academy. A segunda tem como foco o currículo base, em que os alunos, divididos em grupos, criam e resolvem problemas baseados nos conteúdos obrigatórios. Em seguida, eles fazem uma aplicação prática do problema, tentando aproximá-lo de suas vidas cotidianas e propondo uma solução para aquela situação. Depois, produzem vídeos tutoriais de como lidaram com os desafios, como forma de instrução para os outros grupos. Por último, eles refletem sobre o que aprenderam, no que tiveram sucesso e o que precisa ser trabalhado, e a professora decide como pode ajudá-los.

2. SUMMIT, ESTADOS UNIDOS

No ano letivo de 2012/2013, a Summit começou a testar um modelo de ensino híbrido para a disciplina de matemática. Abandonou as formações tradicionais de sala de aula e organização por séries e passou a adotar salões e salas para trabalhos em grupo, além de várias ferramentas tecnológicas que permitiram que os educadores e os próprios alunos tivessem acesso a dados que mostravam onde cada um estava e o que faltava para alcançarem metas individuais. O modelo fez tanto sucesso que no ano seguinte foi expandido para todas as disciplinas.

Os alunos se sentam em grandes salões, cada um com seu notebook, e trabalham em planos individuais de aprendizagem. Nos planos, eles definem metas do que vão aprender e desenham roteiros para alcançar tais objetivos. Por meio do aprendizado baseado em projetos, os alunos da Summit têm a oportunidade de ver funcionar na prática tudo ao que tiveram acesso anteriormente na teoria e, com isso, consolidam um aprendizado mais profundo e significativo. Após todas as etapas, os alunos se dedicam a um momento de leitura, também mediado pela tecnologia. Com o auxílio de um leitor de livros digitais, os professores conseguem inserir vídeos, testes e perguntas nos textos com os quais os alunos estão trabalhando.

3. GINÁSIO EXPERIMENTAL CARIOCA, NO RIO DE JANEIRO

Muitas vezes, as aulas de ciências e matemáticas do 7.º ano de algumas escolas dos Ginásios Experimentais Cariocas, rede de escolas inovadoras criada pela prefeitura do Rio em 2011, acontecem juntas, em ambientes interdisciplinares criados pelas professoras. Com o que aprendem no curso Ensino Híbrido: Personalização e Tecnologia na Educação, da Fundação Lemann, as professoras têm experimentado levar o modelo de rotação por estações para sala de aula.

Na primeira estação, são trabalhados conteúdos de matemática e ciências. Na segunda, elas organizam perguntas com conteúdos mesclados de reino animal e números decimais. Um colega desafia o outro com duas questões. Nas estações três e quatro, os alunos têm acesso a computadores com atividades que as professoras adaptam da Educopédia, acervo que roda no Geekie Lab, plataforma adaptativa online da Geekie usada pelarede municipal do Rio.

Uma quinta estação fica disponível para quem terminar as atividades antes do tempo previsto. Nela, os alunos podem optar por colocar um crachá de monitor e circular pela sala para ajudar colegas ou ler revistas de ciências. As professoras percorrem todas as estações, mas preferem não intervir muito e, sim, deixar que os estudantes busquem as respostas com os colegas ou com outros recursos disponíveis.

Com as referências acima, conseguimos mostrar como escolas adotaram práticas inovadoras usando o ensino híbrido. No entanto, para que isso ocorra, os professores, o coordenador pedagógico e o diretor devem estar profundamente envolvidos no processo – ou seja, é importante que as ideias sejam construídas por esses gestores e educadores, e não impostas a eles.

É necessário tentar, arriscar, para inovar. E você, acha que sua escola está preparada para esse boom de inovação? Compartilhe conosco!

Fonte: http://info.geekie.com.br/3-casos-de-escolas-que-colocaram-o-ensino-hibrido-em-pratica/?utm_source=info-geekie&utm_medium=post+&utm_campaign=AWR-FB&utm_term=ensino-hibrido&utm_content=3-casos-de-escolas-que-colocaram-o-ensino-hibrido-em-pratica

Sistema de submissão de trabalhos aberto até 16/07

15/07/2015

Atenção!!!
O sistema de submissão de trabalhos ficará aberto até o dia 16 de julho.
Aproveite e submeta o seu trabalho o quanto antes! Não deixe para a última hora!

Faltam apenas 48 horas!!!!

14/07/2015

Faltam apenas 47 horas para o prazo de submissão de trabalhos no evento terminar! Corta que ainda dá tempo!

Acesse:

http://www.pucsp.br/webcurriculo/submissao-de-trabalhos.html#.VaSRztm9Kc0

10 brincadeiras para experimentar com as turmas da creche e da pré-escola

13/07/2015

A educadora Dalila Jucá, coordenadora pedagógica do CEI Almerinda de Albuquerque, em Fortaleza, escreveu dois livros com sugestões de jogos para brincar com os alunos da creche e da pré-escola. Tudo pode ser feito sem muitos recursos e em espaços pequenos. Para nenhuma criança ficar de fora da diversão. A seguir, você confere as regras de 10 brincadeiras.
http://revistaescola.abril.com.br/creche-pre-escola/10-brincadeiras-experimentar-turmas-creche-pre-escola-733322.shtml

FALTAM 5 DIAS PARA O PRAZO DE SUBMISSÃO DE TRABALHOS ACABAR!

10/07/2015

topo-tema-trabalhosAinda não se inscreveu? Não perca tempo! Acesse:

http://www.pucsp.br/webcurriculo/submissao-de-trabalhos.html#.VZ_RgF9Vikq

ATENÇÃO!!! DATA PARA PAGAMENTO COM DESCONTO TAMBÉM FOI PRORROGADA!!!

08/07/2015

Além da data de submissão de trabalhos ter sido prorrogada para o dia 15 de julho, a data para pagamento com desconto também mudou para 15/07/15!

Não dá pra perder!

Acesse o site e saiba as informações para participar!

http://www.pucsp.br/webcurriculo/submissao-de-trabalhos.html#.VZ2Rs19Viko

s

Ainda não submeteu seu trabalho???

06/07/2015

Faltam apenas 8 dias para você submeter seu trabalho! O prazo foi prorrogado para 15/7!!!

Para saber mais acesse:

http://www.pucsp.br/webcurriculo/midiassociais/webcurriculo-email-2015.html

10 Habilidades Necessárias na Era Digital

04/07/2015

A nossa “era” também chamada de “era digital”, que nos proporciona navegabilidade pela internet por meio de incontáveis links e estruturas hipertextuais e assim nos possibilita o consumo de ilimitadas informações, também nos oportuniza não somente o contato com universos múltiplos, mas nos dá a possibilidade de podermos disponibilizar conteúdos através de ferramentas participativas das plataformas da web 2.0. Só que estar online dia e noite, realidade virtual que atravessamos, não nos faz hábeis em relação a qualidade da coleta e ao consumo de informações que elegemos e nem nos garante uma convivialidade intergrupal participativa, integrativa e complementar . Desta forma neste post vou listar as 10 habilidades necessárias a todos na era digital.
Antes quero lembrar que quando a banda larga passou a ser ofertada por volta do ano 2000, tivemos acesso a uma internet que oportunizou de maneira muito mais acelerada a termos o acesso às coisas do mundo, e assim provocou a mudança de inúmeros modelos que até ali davam conta de explicar as coisas ao nosso redor. Mas a grande e maior revolução que a web 2.0 nos trouxe, foi a oportunidade de transformação de nosso próprio paradigma pessoal, pois deixamos de ser pessoas que vez ou outra estavam conectadas, para nos tornarmos cada vez mais pessoas conectadas em rede o tempo todo. Nos tornamos seres humanos absolutamente online. Tanto é isto que algumas pessoas checam seus smartphones até 150 vezes ao dia, segundo a analista de internet Mary Meeker.
Definitivamente estamos vivendo em paralelo a era digital, uma outra “era” que aqui denomino como a “era da mega intergrupalidade”, pois nunca na história humana fomos tão conectados uns aos outros em um sentido ostensivamente coletivo, como nos dias atuais. Historicamente os nossos principais grupos geradores de profundas conexões interpessoais sempre foram a família e a escola. Com as evoluções tecnológicas que permeiam o mundo todo, fomos obrigados a sair do nosso próprio habitat relacional e adentramos o oceano de pessoas que navegam pela internet por inúmeros motivos como a vontade de buscar a socialização através das redes sociais, ou o desejo de opinar em blogs e sites de diversos temas, ou até mesmo a necessidade de comprar produtos pela net e estudar online.
Desta forma, nesta era digital vivemos em uma matriz de vida que nos exige inúmeras competências e habilidades, reeditadas e o tempo todo; assim como faz que tenhamos a necessidade de buscarmos desenvolver outras tantas que ainda necessitam ser sedimentadas em nosso universo pessoal e profissional. A era digital obrigatoriamente nos recicla. Sim, a era digital, é o momento presente e que nos dá tantas experiências e nos faz aperfeiçoar inúmeras habilidades e competências que se tornam absolutamente obrigatórias à nossa vida virtual.
Desta maneira confira comigo as 10 habilidades necessárias na era digital.
Vamos a elas? Faça o seu check list!
 Habilidades Necessárias a Todos na Era Digital
Habilidade de uso da internet

Habilidade de uso de ferramentas tecnológicas interativas

Habilidade de comunicação verbal e escrita

Habilidade de coletar informações fidedignas pela internet

Habilidade em certificar a veracidade da fonte informacional da internet

Habilidade de pensar em um modelo mental sistêmico e não apenas linear

Habilidade de se comportar de maneira ética nas redes sociais

Habilidade em viver em coletividade pela web.

Habilidade em respeitar pontos de vista opostos aos seus quando em convívio coletivo na web.

Acuidade em perceber e interpretar as mais diferentes multimídias

As pessoas de maneira geral devem aprender a validar uma informação acessada pela internet, para com isto poder refletir, analisar, interpretar e finalmente consumir a informação encontrada. Estas são habilidades básicas e necessárias a todos que navegam pela web 2.0, ou seja, não apenas professores online e alunos virtuais que constroem conhecimento a partir de cursos a distância, mas absolutamente todos! Até para você comprar um produto nos dias de hoje pela internet, será necessário aplicar inúmeras das 10 habilidades que listei a pouco.
Hoje entendemos o mundo e principalmente a educação, chamada de “Educação 2.0″, à partir dos avanços tecnológicos e das próprias tecnologias educacionais sofisticadas assim como todo o manancial de ambientes virtuais e de ferramentas de aprendizagem, que proporcionam uma reciclagem no aprender e no re-aprender, pois tutores de educação a distância não mais ensinam alunos, mas equalizam o desenvolvimento de todo potencial de aprendizagem autônoma de cada aprendiz, apoiando-se em um fazer mediatizado por informações disponibilizadas em conteúdos e entregues pelos cursos a distância livres ou institucionalizados, assim como pela própria internet, detentora de uma infinita gama de informações.
– See more at: http://www.educacao-a-distancia.com/10-habilidades-necessarias-na-era-digital/#sthash.Q0aIWELu.dpuf

Data para submissão de trabalhos prorrogada!!!

03/07/2015

topo-tema-trabalhosJá sabem da novidade???

O prazo para submissão de trabalhos foi prorrogado de 7 de julho para 15 de julho!

Não percam a oportunidade de participar!

Mais informações acesse:

http://www.pucsp.br/webcurriculo/submissao-de-trabalhos.html#.VZXn1RtViko


Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 110 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: